12 de Abril de 2018

Post colocado a 19 de Janeiro de 2018 e a reparação continua por fazer! E tem piada que passam na circular interna diversos funcionários do Município de Serpa e não reparam. Por favor,  alguma óptica se disponibilize para oferecer óculos para tratar da miopia que graça nos recursos humanos e no executivo eleito no sufrágio universal que povoam a Câmara Municipal de Serpa!!!
 

 

... SERPA TOUR a ? Foi vandalizada há uns meses largos e ainda não houve tempo de os colocar de novo!!

20180115_112227.jpg

 

publicado por /i. às 18:15
21 de Fevereiro de 2018

Os Fundos Comunitários contribuem para a implementação de modas nas obras públicas municipais, começaram pelos  cinemas, pavilhões multiusos, piscinas e mais não sei o quê... agora é a vez da remodelação dos antigos mercados municipais:

Requalificação do Mercado Municipal

 

publicado por /i. às 12:46

Dizem que um quinhão da Geringonça esteve por Serpa ( a 18 de Fevereiro de 2018):

Catarina Martins, coordenadora do Bloco de Esquerda (BE) está hoje, em Serpa para participar no debate “Monoculturas e o Deserto aqui tão perto”.

Numa altura em que o Alentejo atravessa períodos se seca severa, os olivais intensivos continuam a ser a prática mais comum na região, que preocupa o BE. (Fonte: Rádio Pax)

 

publicado por /i. às 12:40

Gosto muito das paredes exteriores pintadas assim:

20180217_155619.jpg

Também está bem! Nos supermercados só olhamos para os produtos que estão nas prateleiras ao nível dos nossos olhos. Por isso, essa técnica está a ser implementada pela Câmara Municipal de Serpa: raramente olhamos para cima, para quê pintar o cimo do edifício da Piscina Municipal Coberta?! A tinta economizada serve para fazer uns "baixinhos" noutro edifício camarário...

O Município de Serpa sempre na vanguarda da inovação... pelos piores motivos!!

 

 

publicado por /i. às 12:24
04 de Fevereiro de 2018

«O homem é um animal doente»

Rousseau (citado por Fernando Pessoa no Livro do Desassossego)

20180131_184918-1.jpg

 

Todos vêem, todos sabem, todavia somente o Manuel Narra, que há um ano era presidente da autarquia da Vidigueira, se chegou à frente para denunciar o trabalho escravo na apanha da azeitona e as condições desumanas em que viviam (e continuam a viver), estes trabalhadores ilegais em Portugal. "Pode o sujeito distanciar-se do mundo que observa?"

 

publicado por /i. às 15:21
19 de Janeiro de 2018

... SERPA TOUR a paragem do autocarro urbano Serpentina sem os vidros? Foi vandalizada há uns meses largos e ainda não houve tempo de os colocar de novo!!

20180115_112227.jpg

 

 

publicado por /i. às 16:04
16 de Janeiro de 2018

Se em três anos não conseguiram resolver minimamente o problema, agora é em cinco meses que a ETAR nova estará a funcionar em pleno!! Ou vão colocar uma ETAR pré-fabricada ou vai ser uma ETAR construída com a varinha mágica do bruxo Harry Potter!! Enfim...

Tratores transportam diariamente 20 mil litros de esgotos por causa de avaria em ETAR! (Fonte: Programa Linha Aberta, Hernâni Carvalhom, SIC

 

Situação já abordada aqui no blog: Vales Mortos/Serpa: Se o CanteFest' 2017...

publicado por /i. às 15:36
13 de Dezembro de 2017

Vale a pena recordar este post escrito a 25 de Dezembro de 2015:

 

 

Hoje é dia de Natal e tenho a esperança que as pessoas mais desfavorecidas tenham à mesa o cabaz de natal oferecido pela União de Freguesias Salvador e Santa Maria de Serpa.

Em nome da equidade social, o cabaz de natal para algumas pessoas que passam sérias dificuldades financeiras todo o ano, representa uma pequena ajuda para compor a ceia de natal.

Ano, após, ano têm acontecido invariavelmente injustiças na atribuição do bendito cabaz de natal e em vez de serem contempladas, apenas as pessoas que verdadeiramente necessitam, nada disso, os pedinchões estão sempre em vantagem. Reza a máxima que: quem realmente precisa, não pede por vergonha. E depois os pedinchões que se vitimizam e enumeram falsas dificuldades ficam ilegitimamente com o cabaz de natal. Em nome da transparência, o Presidente da União de Freguesias de Serpa deveria averiguar as condições sociais reais das pessoas que se candidatam ao cabaz de natal e afixar, posteriormente, a lista com as famílias que receberam o cabaz de natal. Os pedinchões e os que não tem vergonha, muitas vezes não precisam e recebem de outras instituições de apoio social, nunca irão ter consciência que estão a ter um comportamento condenável e ganancioso e desta feita, este tipo de pseudo-espécie-humana nunca terá remorsos por ficar com algo que não precisam minimamente.

Faz sentido destacar as palavras de José Saramago em O Ano da Morte de Ricardo Reis: "Aí estão os pobres de pedir e os pedinchões, distinção que não é meramente formal, que escrupulosamente devemos estabelecer, porque pobre de pedir é

publicado por /i. às 15:34
19 de Novembro de 2017

Detalhe do Contrato 

Data de publicação no BASE 13-06-2017
Tipo(s) de contrato Aquisição de serviços
Tipo de procedimento Ajuste directo
Descrição Eleboração do projeto para Monumento ao Cante Alentejano
Fundamentação Artigo 20.º, n.º 1, alínea a) do Código dos Contratos Públicos
Fundamentação da necessidade de recurso ao ajuste direto (se aplicável) ausência de recursos próprios
Entidade adjudicante - Nome, NIF Município de Serpa (501112049)
Entidade adjudicatária - Nome, NIF José manuel da Silva Teixeira (138142661)
Objeto do Contrato Eleboração do projeto para Monumento ao Cante Alentejano
Procedimento Centralizado -
CPV 71242000-6, Preparação de projecto e concepção, estimativa de custos
Data de celebração do contrato 09-06-2017
Preço contratual 9.050,00 €
Prazo de execução 10 dias
Local de execução - País, Distrito, Concelho Portugal, Beja, Serpa

Fonte: BASE

O aviso está feito: o valor de 9.050,00 € é a estimativa de custos, logo o projeto para o monumento ao Cante Alentejano vai ser mais caro ao contribuinte serpense.

 

Ora, se todos os anos promovem o Prémio Ibérico de Escultura Cidade de Serpa não podiam aproveitar esta iniciativa e pedir aos artistas participantes que  idealizassem uma escultura que simbolizasse e homenageasse o Cante Alentejano. Justificaram o pedido da contratação do escultor por ausência de recursos, na verdade não sabem fazer sinergias com as iniciativas que promovem. Desaproveitamento sinónimo de gastos desnecessários e para municípios pequenos como o de Serpa é uma forma de gestão dos dinheiros públicos inadmissível. Quando vai dinheiro para algo supérfluo, fica a faltar para a resolução de problemas prioritários para o cidadão que vive em Serpa. 

publicado por /i. às 15:05
18 de Novembro de 2017

... fosse na povoação de Vales Mortos o problema dos esgotos a céu aberto já tinha sido resolvido!! 

Três anos de Cante Fest, três anos de esgotos a poluir uma linha de água em Vales Mortos! As prioridades são sempre as mesmas: festarolas e foguetes.

publicado por /i. às 14:57
P&O na planície
Neste blogue poderá encontrar perspectivas e olhares de todos os temas que pululam na nossa sociedade e na nossa vida quotidiana, em particular. Uma Certeza, tudo poderá ser passível de ser perspectivado e olhado e levar a chancela no Perspectivas & Olhares na planície, basta Acontecer, Existir.... (...)

Ler Apresentação
últ. comentários
@ Sara os livros eram novos. Livros de escritores ...
Eram livros novos? Esses não podem ter muito desco...
@Malik tem toda a razão! Obrigada pela visita.
É triste... tanto milhão para os accionistas a sai...
Boa tarde, se reparou nos tags foi um post irónico...
Aparentemente de futebol percebes 0, caso contrari...
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D

2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

facebook
Localização
Baixo Alentejo
Contacto
Email
blogs SAPO