17 de Julho de 2016

O nosso querido Ferro Rodrigues apresentou a candidatura para ser o caganer da época natalícia de 2016.

O nosso querido facilitou o trabalho aos artesãos desta figura tradicional do presépio da Catalunha. É só copiar pela fotografia:

Campeões Europeus de Futebol recebidos no Palácio de Belém

Campeões Europeus de Futebol recebidos no Palácio de Belém

 © 2016 Presidência da República Portuguesa

Fonte: presidencia.pt

 

Se os espanhóis estiveram atentos à condecoração dos campeões europeus de futebol no Palácio de Belém pelo Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa, o querido Ferro Rodrigues vai fazer parte da já extensa lista de famosos caricaturados e juntar-se ao nosso português Cristiano Ronaldo e tantos outros como o Barack Obama, o Papa Francisco, Angel Merkel...

Caganer Barack ObamaCaganer Papa FrancescCaganer Angela MerkelCaganer Cristiano Ronaldo Pilota d'Or

 

Fonte: Caganer.com

publicado por /i. às 12:20
14 de Março de 2016

Rescaldo: Sessão Solene da Tomada de Posse do Mar

Os deputados do Bloco de Esquerda e da CDU-PEV não aplaudiram de pé o discurso de posse de Marcelo Rebelo de Sousa na sua investidura como Presidente da República de Portugal porque uns tinham o fecho éclair estragado e outros devem ter raízes alentejanas, tal como o Henrique Raposo retrata no seu livro de pensamentos “rapidinhos e banais”, são pessoas desconfiadas - principalmente da fartura -, e não gostam de conviver com ninguém, assim ficaram sentadinhos e quietinhos “esperando” que terminasse a sessão solene para se irem embrenhar nas suas casas e viverem não isolamento.

publicado por /i. às 16:15
20 de Janeiro de 2016

Foi um regalo vê-los ontem na estação pública. Transcrevo umas palavras do escritor Haruki Murakami que se adaptam ao momento que estamos atravessando com a enxurrada de debates que tem marcado esta estranha forma de se ser útil à democracia portuguesa e que se esgota na candidatura ao cargo de Presidente da República.

Eis as palavras: "(...) Aos olhos da opinião pública, a coerência era um valor perfeitamente dispensável. O que as pessoas querem é assistir no pequeno ecrã a uma luta entre intelectuais que se digladiam quanto mais vermelho o sangue que corre diante dos olhos, tanto melhor. Querem lá saber se a mesma pessoa diz uma coisa na 2ª feira e o contrário 2 ou 3 dias depois..."

Haruki Murakami, Crónica do Pássaro de Corda

publicado por /i. às 11:46
19 de Novembro de 2015

O Governo de Passos Coelho e Paulo Portas caiu e o pensionista Presidente da República não tem pressa em apresentar a sua decisão: ou dá posse a António Costa ou vai dar luz verde a um Governo de gestão que irá fazer de conta que governa até à ressurreição de Jesus Cristo. Não há ninguém da sua equipa presidencial, o impoluto Dias Loureiro, por exemplo, que lembre ao Cavaco Silva que não é Presidente da República da Aldeia da Terra - a aldeia mais caricata de Portugal -, mas sim de um país pertencente à União Europeia e à NATO - "clubes' que são tão caros para o cidadão de Boliqueime - chamado de Portugal. Todavia, se ambiciona ser Presidente da República eterno da Aldeia da Terra, que foi classificada de interesse cultural pela Secretaria de Estado da Cultura, aconselho-o a pedir ao artesão e artista plástico Tiago Cabeça para construir uma escultura fiel a si em terracota - Tiago não se esquece do bolo rei na mão -, para ir fazer companhia às outras personagens que compõem este  "presépio" pagão.

 

Aparte: sugiro a visita à Aldeia da Terra: jardim de esculturas que se situa em Arraiolos (Alentejo). Aberta 365 dias por ano, entre as 10h e as 18h, com preços de visita que vão dos 3€ para crianças a 5€ para adultos.  Mais informações aqui.

publicado por /i. às 12:24
15 de Outubro de 2015

Face aos casos dúbios e irregularidades tipicas de um país de terceiro de mundo que ocorreram nestas eleições legislativas (aqui e aqui), não seria preferível solicitar uma delegação de observadores à ONU para vigiar as próximas eleições? Se tivermos uma comitiva de observadores como aquela que esteve presente nas primeiras eleições livres em Timor-Leste, as eleições para eleger o próximo Presidente da República de Portugal irão decorrer sem percalços e não haverão abstencionistas à força, com certeza absoluta.

publicado por /i. às 12:34
01 de Outubro de 2015

Ouvi num órgão de comunicação social a lançar a interrogação alarmista de quem irá formar governo se um partido com mais votos ou um partido com mais deputados eleitos?

 

Segundo a Constituição da República Portuguesa o sufrágio direto, secreto e periódico constitui a regra geral de designação dos titulares dos órgãos electivos da soberania, das regiões autónomas e do poder local (n.1, do art.º 113.º), sendo os órgãos de soberania o Presidente da República, a Assembleia da República, o Governo e os Tribunais (n.1, do art.º 110.º).

Em súmula, o partido ou coligação que obtiver maior votação deve formar Governo.

Apesar de haver quem tenha opinião diferente, eu considero que é uma falsa questão e serve para que o esquecido Cavaco Silva, o Presidente da República que infelizmente continua em funções, apareça uns minutos nos serviços noticiosos e proporcionar-lhe uns momentos de relevância que claramente não goza para nenhum cidadão português continental ou insular.

 

publicado por /i. às 11:44
13 de Março de 2014

 

Pensionista Presidente da República Cavaco Silva leia este conto:

 

“Um grande guerreiro japonês, Nobunaga, decidiu atacar o inimigo, muito embora tivesse apenas um décimo das forças que o seu opositor comandava.

No caminho parou junto a um santuário xintó e disse aos seus homens:

­- Depois de visitar o santuário, lançarei ao ar uma moeda. Se sair cara, venceremos; se sair coroa, seremos derrotados. Estamos nas mãos do destino.

Nobunaga entrou no santuário e recolheu-se em silenciosa oração. Depois, saiu e lançou a moeda. Saiu cara. Os soldados ficaram tão animados para o combate, que facilmente o venceram.

- Ninguém pode forçar a mão do destino – disse o lugar-tenente de Nobunaga depois da batalha.

- Realmente, ninguém pode – assentiu Nobunaga. E mostrou-lhe duas moedas coladas uma à outra e com as caras voltadas para fora.”

                                                               

(Nyoger Senzaki e Paul Rep)

 

Pensionista Presidente da República Cavaco Silva faça um favor à Nação Portuguesa: dissolva o Parlamento e abandone o cargo. Nós podemos forçar a mão do nosso destino trágico e não aceitar aquilo que nos estão a propor e a fazer-nos passar. Pouco está a ser feito para contrariar este destino trágico a que nos empurraram. A solução não é conformarmo-nos, mas enfrentar este estado de coisas, este destino infrutuoso.

 

 

Isabel

publicado por /i. às 11:33
P&O na planície
Neste blogue poderá encontrar perspectivas e olhares de todos os temas que pululam na nossa sociedade e na nossa vida quotidiana, em particular. Uma Certeza, tudo poderá ser passível de ser perspectivado e olhado e levar a chancela no Perspectivas & Olhares na planície, basta Acontecer, Existir.... (...)

Ler Apresentação
últ. comentários
@ Sara os livros eram novos. Livros de escritores ...
Eram livros novos? Esses não podem ter muito desco...
@Malik tem toda a razão! Obrigada pela visita.
É triste... tanto milhão para os accionistas a sai...
Boa tarde, se reparou nos tags foi um post irónico...
Aparentemente de futebol percebes 0, caso contrari...
Posts mais comentados
pesquisar neste blog
 
arquivo
2018:

 J F M A M J J A S O N D

2017:

 J F M A M J J A S O N D

2016:

 J F M A M J J A S O N D

2015:

 J F M A M J J A S O N D

2014:

 J F M A M J J A S O N D

2013:

 J F M A M J J A S O N D

2012:

 J F M A M J J A S O N D

2011:

 J F M A M J J A S O N D

2010:

 J F M A M J J A S O N D

facebook
Localização
Baixo Alentejo
Contacto
Email
blogs SAPO