Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perspectivas & Olhares na planície

Perspectivas & Olhares na planície

P&O na Planície: Bom Fim de Semana 61

20200521_185618.jpg

P&O na Planície: Bom Fim de Semana 61 =

Hoje o calendário marca 5 de Maio de 2020 é Dia Mundial do Meio Ambiente. A biodiversidade, #horadanatureza, é o tema escolhido este ano pela ONU para celebrar a efeméride.

A biodiversidade é uma fonte de trabalho e lucro, é através desta que conseguimos o que precisamos: alimentação, vestuário, energia e medicamentos, por exemplo.

Por este dia recorda-se sempre os factores que contribuem para a biodiversidade se encontrar em perigo: aumento da população que origina no crescente consumo/utilização/supervalorização dos recursos; destruição e deterioração dos habitats; a crescente poluição; comercialização/consumo de espécies exóticas; as alterações climáticas (aquecimento global); selecção artificial de plantas e animais…

Por este dia, também, recorda-se o que se pode fazer para preservar a biodiversidade sem grandes novidades: apoios financeiros para se investigar e assim adquirir mais conhecimento sobre as espécies/seres vivos existentes e estudar as relações interativas entre elas; apostar na criação de zonas protegidas, parques e reservas naturais para salvaguardar a biodiversidade; regular  a relação entre as actividades dos humanos e a natureza, nomeadamente supervisionar, por exemplo, as actividades  que se realizam nas reservas/áreas protegidas; as leis da protecção da biodiversidade devem ser reforçadas tal como fiscalizadas com maior frequência; executar mais e melhor as práticas sustentáveis para regular as actividades económicas.

Por este dia, ainda, recorda-se a lista batida dos nossos deveres/obrigações para o equilíbrio do ecossistema: não é uma boa forma para o futuro o homem ficar isolado e de parte  quando são criadas as áreas/zonas protegidas; o homem não pode ser considerado inimigo pelo facto de ocupar o topo da cadeia alimentar; é um erro criar áreas protegidas expulsando os seres humanos; promover o desenvolvimento sustentável; insistir na preservação dos ecossistemas e das populações naturais para (continuar a) existir uma grande variedade biológica…

Em resumo: todos sabemos, mas parece que estamos a ouvir pela primeira o alerta que teremos de adaptar o nosso estilo de vida com o objectivo de preservar, proteger a biodiversidade. Como? Nós sabemos como: modificando hábitos que o própria modernização da sociedade que nos “obrigou” a aceitar e utilizar como imprescindíveis para a nossa qualidade de vida /bem-estar.

Li por aí que a extinção das espécies, em Portugal, está a ocorrer cem vezes mais rápido do que era previsto. Umbilicalmente nós estamos ligados à biodiversidade. Sem ela não sobrevivemos, sem nós ela não sobrevive. Assim, a preservação da biodiversidade é da nossa exclusiva responsabilidade. Não podemos estar a olhar para o céu, como uma flor, temos de arregaçar as mangas individual e colectivamente para cada qual fazer a sua parte.

Vem mesmo a propósito: até ver, há uma réstia de lucidez temperada com esperança: Wuhan proíbe consumo de animais exóticos.



Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.