Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perspectivas & Olhares na planície

Perspectivas & Olhares na planície

P&O Curtas (6)

As três maiores operadoras de telecomunicações a funcionar em Portugal, designadamente:

  1. a Vodafone garante muito “power” para todos, no entanto, em Barrancos (ao minuto 15 e 37 segundos), não chega nenhuma réstia desse poder, ou seja, o tal power – em inglês tem imediatamente outra classe –, deve ter problemas nos ossos, uns comprimidos que o Jetro vende, os tais Calcitrin, resolveria a pendência e Barrancos teria “power” com “fartura”;
  2. a NOS, sem acento deve ser uma gracinha ao novo acordo ortográfico que se subentende os acentos em algumas palavras, apregoa a força está em NOS ou há mais em NOS, contudo, para os lados de Barrancos (ao minuto 15 e 37 segundos), nem NOS, nem força, nicles! O povo de Barrancos bem que procura pelo NOS, na volta não o encontra, pois procura o NOS com acento. Para uns são modernices geniais, para outros são chatices inaceitáveis;
  3. a PT que detinha a TMN, que passou a ser MEO, agora é ALTICE, mas que continua MEO - ufa que misturada -, espalha que é outra vida, tanto que não é, que estes alentejanos vivem nessa outra vida e nem sinal da MEO. Vivem como portugueses de segunda e pensariam que iriam encontrar a MEO para os consolar, nada disso. São salvos e ajudados, sim pelas operadoras espanholas, ainda bem que a taxa de roaming vai ser extinta na U.E., ao menos uma vez na vida terão sorte.

 

Desta feita, as operadoras deviam convidar o Passos Coelho e o Paulo Portas para servirem de cobaias para realizarem os testes de intensidade do sinal da rede móvel em Barrancos da MEO, NOS e Vodafone. Era uma maneira eficaz de fazer com que eles se perdessem pelo montado e ficassem incontatáveis durante muito tempo, dado que telefonar para pedir socorro é uma tarefa árdua e quase impossível. E, assim, deixavam de poluir os serviços noticiosos e nós – com acento -, ficaríamos com a audição mais saudável, pois deixaríamos de ouvir as choradeiras do Passos Coelho e as gabarolices do Portas. Para além da maravilha de deixarmos de ver as suas caras aborrecidas e ardilosas, os nossos olhinhos agradeciam, cintilariam de raiva esporadicamente!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.