Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perspectivas & Olhares na planície

Perspectivas & Olhares na planície

OLHAR Musical para Hoje # 78

Boa semana com música

Música,  muita música para não andarmos irritadas com o rumo de um país que cada vez é mais uma dessas repúblicas socialistas que todos conhecem, mas que fingem não conhecer para não admitir que estamos muito mais perto dessas repúblicas, nas quais o principal e único objectivo é um sistema igualitário sem classes sociais havendo só um grupo de privilegiados protegidos e ao mesmo protectores da equipa de governantes que tomaram de assalto o poder de uma nação. 

Música,  muita música para manter o tabuísmo no sítio onde deve estar: no caixote do lixo.

Palavrões porquê?

Ora bem, com tantos impostos que o Governo manda cobrar foi preciso a chegada dos fundos financeiros afectos ao Plano de Recuperação e Resiliência para se avançar para a modernização do sistema SIRESP? Caso não conseguissem alocar fundos europeus para as melhorias de eficiência tecnológica deste sistema de comunicações de emergência tão importante, continuaria a senda das falhas na rede que a tornam cada vez mais obsoleto? 

Em 2017, aquando da tragédia que ocorreu em Pedrogão Grande,  muito se escreveu sobre o Siresp culminando com a publicação de relatórios de vários organismos, nomeadamente  do Tribunal de Contas, da Comissão Técnica Independente que estudou  os incêndios de 2017 e da Anacom, os quais faziam recomendações para serem aplicadas com celeridade.  Estamos no mês sexto do ano de 2022 e nenhuma recomendação foi tomada em conta e só agora irão tomar medidas para a modernização  e reforçar a qualidade de serviço da rede Siresp. Quer dizer lançaram o concurso internacional para as "obras" na rede de comunicações de emergência neste mês,  sabendo que o processo é moroso, lá para daqui a um ano teremos novidades.  Entretanto haverá plano b caso existam atrasos.  Atrasos vão existir, plano b obviamente que não vai haver.

Os planos b ou de contingência são só uma manobra de comunicação, pois eles são tão secretos que não existem.

A preocupação foi outra, o plano foi outro que se consubstanciou com mais uma contratação de peso para o gabinete de comunicação do Primeiro-Ministro, preve-se muita informação isco para desviar as atenções, para além da constante campanha comunicacional do chico-espertismo centrada no líder espiritual Costa que irá surgir para ofuscar habilmente as tentativas de Marcelo Rebelo de Sousa de lançar o caos. Por isso, a Protecção Civil, os Bombeiros,  a GNR ou Polícia terão de ter o plano chamado "desenrascanço" muito incentivado por este Governo inspirado nas repúblicas socialistas, para comunicarem entre si as emergências que surgirão. 

As comunicações de desacreditar as emergências resultantes da incompetência governativa de António Costa nunca irão falhar, porque fez  a contratação de João Cepeda para a salvação pessoal, quando a segurança e salvação dos portugueses estão confiadas à máxima: as tragédias só batem à porta dos outros. 

Assim, valha-nos a música. 

Uma semana sublime para todos vós.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.