Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perspectivas & Olhares na planície

Perspectivas & Olhares na planície

O que aprendemos com a leitura dos boletins noticiosos das nossas autarquias!

Serpa (des)governo 5

20200114_203523-1.jpg

Tenho uma mania deveras esquisita: de quando em vez gosto de ler o jornal informativo do Município de Serpa que simpaticamente é depositado mensalmente na minha caixa do correio. Terei tratamento? Adiante. Como havia já alguns meses que via o jornal Serpa Informação como se vê o espólio de um museu: tocando com os olhos sem tirar as mãos dos bolsos.

Para começar 2020 em grande,  desta vez tirei as mãos dos bolsos e sentei-me a folhear as páginas para ler as notícias “promocionais” que o meu município compila gentilmente para informar pessoas como eu, distraídas,  que só vêem festas e banquetes temáticos realizados e só com uma lupa vêem executado o  trabalho de limpeza, manutenção e reparação dos espaços públicos. Isto é, todas aquelas tarefas aborrecidas de dia a dia que as nossas câmaras e freguesias relevam para terem tempo para se ocuparem nas dispensáveis funções de organização de eventos com dinheiros dos contribuintes portugueses e europeus.

Chego à conclusão que devia ler todos os meses este boletim de notícias porque aprendemos sempre muito. Ora aprendi que foi um fenómeno que parte das obras de remodelação na piscina municipal coberta de Serpa foram executadas citando: “pelos serviços da autarquia…” (frase sublinhada na foto supra)

Sendo assim tenho de aprender muito: pensava que se no mapa de pessoal da Câmara Municipal de Serpa têm por exemplo: carpinteiros, mecânicos, pintores, canalizadores e electricistas não são, não servem, não estão aptos para trabalhar em obras de manutenção e/ou remodelações de espaços e edifícios públicos, são sim para fazer “remendos” que depois  empresas externas contratadas virão para consertar e executar as intervenções definitivas. Ena, que privilégio que está só ao alcance no mundo protegido dos funcionários da função pública/e gestores eleitos e/ou nomeados do Estado.  

 

Lendo e aprendendo: o que considerava uma normalidade, é visto como uma anormalidade para as mentes que colaboram nesta autarquia… 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.