Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perspectivas & Olhares na planície

Perspectivas & Olhares na planície

É oficial: abriu a caça ao voto #3 De um dia passou a 3 horas...

... Mesmo assim não será evidente o fomentar da desigualdade e o acentuar da crispação entre os sectores privado e público? Não se devia privilegiar todos os cidadãos por igual quando se está a (des)governar um país.

A proposta de João da Ega (personagem relevante  no romance icónico Os Maias do meu Querido Eça de Queirós) era capaz de ser uma boa solução para Portugal, a saber: "(...) um país governado com imenso talento, que é de todos na Europa, segundo o consenso unânime, o mais estupidamente governado! Eu proponho isto, a ver: que, como os talentos sempre falham, se experimentarem uma vez os imbecis."

3 comentários

  • Imagem de perfil

    /i. 23.06.2019

    Olá, Sarin.
    Agradecida pela chamada de atenção. Correcção feita na hiperligação.

    O encarregado de educação ter dispensa de 3 horas para acompanhar o menor de 12 anos no primeiro dia de aulas? Não tenho conhecimento dessa medida na atual lei laboral...
  • Imagem de perfil

    Sarin 23.06.2019

    E tenho de te pedir desculpa, pensava ter deixado um comentário mais detalhado...
    Transcrevo parte do que deixei num comentário noutro blogue, mas corrige 3 para 4, sff (achava que era 4, e achava bem, mas fui levada pelo 3 do teu comentário):
    "Mas a legislação laboral justifica 3 horas trimestrais para o efeito. Em vez de folga poderiam aumentar as horas justificadas, até porque os directores de turma fazem atendimento e reuniões em horário laboral. Será este um esforço adicional para as empresas – mas a demografia e a educação são questões sociais, e todos têm que suportar os custos. Como o devem fazer resulta das políticas demográficas, resulta de ideologia…

    Alterar uma lei é substancialmente diferente de decretar uma folga, que até é medida sonante. E, atenção, não justifico a medida: Costa teve tempo para propor a alteração, se fosse questão de princípio. Mas defendo uma das consequências por princípio."
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.