Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Perspectivas & Olhares na planície

Perspectivas & Olhares na planície

As estátuas que não reconhecemos à primeira vista!

O Sérgio Conceição já tem uma estátua no Museu do Futebol Clube do Porto. 

Fotografia: Artur Machado/ Global Imagens

Está tudo muito bem e a intenção é muito boa, mas, uma vez que a estátua de carne e osso irá para a vidinha dele, espero que coloquem uma placa a informar que se trata de Sérgio Conceição. Pois nem com lupa se chegará lá! 

Os escultores que se dedicam a fazer estátuas de personagens proeminentes do futebol português nunca acertam. Fazem sempre umas esculturas meio esquisitas. Ou colocam atributos físicos inexistentes ou esquecem-se de trabalhar os traços faciais característicos que facilmente identifiquem a pessoa eternizada na escultura,  evitando movimentos rápidos dos olhos em busca de um letreiro com a inscrição do nome do homenageado que ficou mal na fotografia, neste caso na estátua! 

Parecem réplicas de irmãos ou irmãs algures perdidos não sei onde,  cuja a própria família não os conhece muito menos sabe das suas existências.  Todavia, o que é  certinho é que o artista da obra conhece-os muito bem. Tanto que é assim que ao esculpir a cara fica igual ao do "irmão desconhecido" e não há pessoa que era para ser homenageada. 

Ainda bem que eu nunca tive queda para o futebol, nem para nenhum desporto em geral, se perguntarem aos meus professores de educação física ao longo do meu percurso escolar verificarão que é verdade,  noutra altura escreverei os seus nomes, mas só se fizerem uma petição para me obrigarem a entregar os nomes;  enquanto não há angariação de assinaturas, posso ir adiantando que só tinha nota positiva pois não tinha notas negativas às outras disciplinas. Com esta confidência dá para perceber o meu baixo rendimento e nula produtividade enquanto aluna de desporto. Era uma aluna razoável que cumpria,  só não cumpria nas três horas semanais destinadas à obrigação de calçar uns ténis da Reebook (intercalando com uns Ritex e Adidas), umas calças pretas de licra da Adidas (hoje chamam-lhe leggings) e as blusas de mangas compridas e curtas da Diadora e O'Neill. Qualidade na indumentária não faltava, faltava, isso sim, jeito e principalmente predisposição e espírito de desportista para copiar uma Carla Sacramento ou João Vieira Pinto.  

Ainda bem que foi assim, sem dotes para jogar à bola. Ainda me calhava na rifa uma estátua toda marreca com uma boca tipo Manuela Moura Guedes! 

 

 

 

 

 

 

 

6 comentários

Comentar post