Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Perspectivas & Olhares na planície

Perspectivas & Olhares na planície

Seg | 30.01.12

Urgente: Alguém faça chegar aos eleitos da CDU e do PS, em Beja, estas palavras sábias?

/i.

 

Beja tem que estar acima de todos os egos e vaidades pessoais.

 

Interiorizem palavra a palavra deste poema. Inspirem-se. Canalizem a vossa energia para o bem de Beja.

 

Energia e Ética

 

Sei isto: a minha energia está canalizada
Para a palavra fazer, gosto da ideia da construção
E o que dela existe nos movimentos normais.
Agrada-me a palavra engenharia e o que ela
Representa: não saias de um sítio sem deixares algo
Atrás de ti. Dirijo-me apenas às coisas que me excitam
Positivamente e me levam a fazer outras coisas, dirijo-me
Às pessoas de que gosto, nunca às de que não gosto;
Sempre me pareceu insensato que se pare,
Nem que por um momento, de admirar, há
Sempre actos e coisas que nos ajudam
neste cálculo infernal da distância entre o dia de hoje
e a nossa morte. E qualquer pessoa dar um passo que seja
em direcção ao que não aprecia, para insultar, ou derrubar,
parece-me brutal perda de tempo, uma falha grave
no órgão de admirar o mundo
(deves combater uma ou duas vezes na vida,
se combateres duzentas vezes
é porque os combates são fracos).
Não sei pois como viver. O que li e vi
Serve-me apenas para ser mais lúcido, não
Para ser melhor pessoa. Adquiri esta regra (ou nasci com ela):
- e é talvez uma moral -
mover-me apenas em direcção ao que gosto.
Se o prédio alto, escuro, feio
me impede de ver o sol, não fico a insultá-lo, não
moverei um dedo para o deitar abaixo:
contorno sim os edifícios necessários
até chegar ao espaço de onde possa receber aquilo que
quero. Se chegar lá de noite, montarei acampamento.

 

Gonçalo M. Tavares,  in "Poesia" (2004)

 

Qual a melhor forma de este poema chegar ao conhecimento dos eleitos de Beja da CDU e do PS?

 

Aceita-se sugestões. Obrigada

Sex | 20.01.12

2012: Portugal no pelotão da frente do Fim do Mundo

/p.

Segundo os Maias e os índios Hopi 2012 será o ano do fim do mundo, pelo menos do fim do planeta Terra…  alguns apontam o dia 21 de Dezembro como o dia do Apocalipse. Em Portugal tudo leva a crer que o Apocalipse chegará mais cedo graças aos esforços conjuntos da Troika, do Governo, da Maçonaria e outras entidades afins (a Troika aplicará uns leves juros de 500% pela antecipação… por ser para os amigos).

Vejamos os preparativos:

- Este ano os funcionários públicos perderão dois salários e quem trabalhar para os típicos empresários portugueses muito provavelmente vai ser obrigado a fazer as 150 horas a mais para o banco de horas em fevereiro e em março vai saber que será despedido por “justa causa” (porque é mais compensatório contratar outro trabalhador que faça outras 150 para o dito banco).

- Alguns empresários continuam a colocar o seu dinheiro na Holanda (o que realmente não se compreende … ainda se fosse em Marte ou Júpiter… mas a Holanda deve ser dos primeiros países a ser submerso se as profecias se concretizarem).

- Os boys dos partidos acumulam cada vez mais reformas e vencimentos chorudos … certamente já andam a poupar para comprar bilhetes para alguma nave espacial.

- Acabo de ver nas notícias que o Presidente da República já não tem dinheiro para despesas… já deve ter comprado o seu bilhete para se "pôr ao fresco”.

Melhor conselho para o caos final só mesmo a FIFA o poderia dar como apresenta o cartoon de hoje do Público (é

pena não se ter negociado esta situação na “Concertação Social”)

 

Contudo alguns já vivem num mundo diferente. Ora vejamos: