Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Perspectivas & Olhares na planície

Perspectivas & Olhares na planície

Sócrates:"Manso é a tua tia, pá" e Francisco Louçã esteve bem?

Francisco Louçã questionava esta sexta-feira José Sócrates sobre o caso das remunerações e prémios dos gestores públicos. "De intervenção em intervenção vai ficando um pouco mais manso", afirmou o deputado do Bloco de Esquerda. Com microfone desligado, o primeiro-ministro soltou: "Manso é a tua tia, pá!"  (Jornal Record)

 

 
No debate quinzenal agendado para hoje, o Primeiro-Ministro José Sócrates respondeu a uma provocação do deputado Francisco Louçã (é o que sabe fazer melhor, é provocar... enfim), é uma resposta que merece reprovação (fora as outras palavras que não deram para se perceber), mas o deputado Francisco Louçã estava a pedir uma reacção daquelas (não são termos para serem usados -"manso", quando pedem elevação e respeito pelos deputados da Assembleia da República), quem anda à chuva... molha-se!
 
Já sei que só irão valorizar a frase do José Sócrates (para ver se entrega as chaves do Palácio de S. Bento ao Presidente da República) e reforço a ideia que não são respostas adequadas para um Chefe de Governo, porém vamos ver a questão de outra perspectiva, por isso, lanço a pergunta:
 
o exemplar, o incorruptível, o verdadeiro (Deus no Céu e Francisco Louçã na Terra?!) esteve bem com a frase/provocação "de intervenção em intervenção vai ficando um pouco mais manso"? (é lá adjectivo para se aplicar a pessoas)
 
 

Repto: Mr. Simon Johnson faça as malas e venha para Portugal, sff!

REPTO: Mr. Simon Johnson faça as malas para 6 meses (pode convidar também o seu colega Peter Boone, somos um país muito hospitaleiro: há sempre lugar para mais um) e venha para Portugal fazer palestras em todo o país, quando digo todo, não me refiro só às capitais de distrito, é percorrer Portugal Continental e Ilhas de lés a lés, espalhar a sua mensagem-sabedoria-perspectiva (como  nós só acreditamos e damos valor ao que vem do estrangeiro), para exigirmos melhores governantes/políticos e elucidar-nos que não temos só deveres, mas também obrigações e tentar convencer-nos que temos que ser cidadãos mais activos para reverter este status quo.

 

 

Ex-economista chefe do FMI, Simon Johnson (partes a negrito para enfatizar):

 

"O próximo no radar é Portugal. Este país só não está no centro das atenções porque a Grécia caiu numa espiral descendente. Mas estão ambos perto de falência económica e parecem hoje bem mais arriscados do que a Argentina quando entrou em incumprimento, em 2001"

 

bem me parecia, à beira do abismo, portanto...

 

 "Portugal e Grécia vão ter níveis de desemprego elevadíssimos nos próximos anos" e afirmam que "Portugal está esperançado que poderá sair desta situação pelo crescimento, mas isso só poderia acontecer com um extraordinário boom económico".

 

"Os políticos portugueses nada podem fazer senão esperar que a situação vá piorando para depois pedirem ajuda externa"

 

Ah pois, já estava a prever essa afirmação, é o que fazem bem... esperar, esperar... e depois pedinchar a bóia de salvação (a História de Portugal está repleta deste modus operandi)

 

"Portugal gastou demasiado durante os últimos anos, com a dívida pública a atingir os 78% do PIB em 2009 (comparando com 114% na Grécia e os 62% da Argentina, quando entrou em incumprimento). Esta dívida tem sido financiada sobretudo por investimento estrangeiro e, tal como a Grécia, em vez de pagar os juros desses títulos, Portugal optou por, ano após ano, refinanciar a sua dívida"

 

Pois é espírito de português, viver acima das suas possibilidades... dá o passo maior que a perna, não pode ter a rédea curta...

 

"Em 2012, o rácio dívida pública/PIB português deverá atingir 108%se o país atingir as suas metas de corte do défice. Chegar-se-á no entanto a um ponto em que os mercados financeiros vão simplesmente recusar-se a financiar este esquema Ponzi"

 

Excertos retirados da notícia no Diário Económico

 

Ler a notícia na íntegra: "Portugal corre risco de falência económica" (Diário Económico)

Ler o artigo original: The Next Global Problem: Portugal (The New York Times)

 

Novo código penal… prisioneiros queixam-se de ser expulsos da prisão

A população de Beja e arredores que se prepare porque a violência e o roubo vão de certeza aumentar nos próximos meses… não é preciso ir à bruxa para saber isto… basta consultar o novo Código Penal.

Os reclusos só têm que cumprir um quarto da pena atrás das grades e, como as penas já são por norma bastante reduzidas…

 

Transcrevemos em seguida (com alguns cortes referentes a palavrões desnecessários) uma confissão de um preso que nos chegou através de um profissional que trabalha no hotel (digo prisão).

Preso: “Uma sacanice… esse novo código… em vez de utilizarem o dinheiro para nos comprar um novo LCD ou colocar cá uma piscina andam a gastar a massa nessas mariquices. A televisão, o rádio e o telemóvel que tenho no meu dormitório já têm mais de 6 meses… o tabaco não tem qualidade e só nos serviram camarão uma vez nesta semana. E depois gastam o dinheiro nesses papéis só para se verem livres de nós… mas não… eu não queria mas tenho que cometer mais um conjunto de delitos e telefonar antes à polícia para ser apanhado em flagrante… assim pode ser que já consiga passar, ao menos, um mês cá dentro. Está dificil conseguir uma vaga.”

Ao que nós chegámos…

 

Solução: refazer o cartoon ao contrário...  e colocar os polícias a expulsarem os ladrões da prisão.

" alt="" />

Eis o Novo PSD.... (chega de congressos)!!!!

Eis o Novo PSD... para atacar e destronar o Governo e o PS de Sócrates...

 

 

 

Cartoon de Henrique Monteiro

 

Já conquistou o co-fundador do PSD Francisco Pinto Balsemão: "um bom candidato a primeiro ministro, que será com certeza um bom primeiro ministro, e porque Portugal precisa de mudar."

  

Pedro Passos Coelho tem vindo a conquistar muitos apoiantes..... mas são os do PSD, resumindo.

 

Tem que descer à terra...

 

E já agora, ofereça uma ROLHA ao seu professor/mentor Ângelo Correia*: "Passos Coelho é alto e bem parecido como Sócrates mas tem o nariz menos comprido."

 

Pois, pois, fugiu a boca para a verdade... ou seja, é a mesma coisa.. mas mente menos.

 

Vai ser uma questão de tempo... quando as pressões e o círculo se começar a fechar.. vamos ver a sua performance e se cairá no erro de se socorrer à melhor e infalível táctica (ganhadora de eleições): a mentira.

 

 

* a entrevista no Dário Económico...hum... diz que:

"Pedro tem características de liderança que não são habituais. É o primeiro factor para ser líder: ter condições e saber exercer a liderança. É um factor que não se aprende, é quase inato. Depois deseja o poder: não para estar no poder mas para o exercer. Pedro é um reformista claro e isso é muito importante

  

Está mais inserido na época em que vive do que outros estiveram no passado. Tem ainda qualidades pessoais diferentes.

  

Espírito de liderança é o que o distingue."

 

Fiquei muito esclarecida... tem espírito de liderança e reformista (para além de querer o poder)... só se lembrou destas caracteristicas (diria trivialidades), não especificou as características não habituais, bem sei que é complicado traçar um perfil de uma pessoa de forma substantiva, mas preferiu ficar-se pelos lugares-comuns.

 

São os chavões da actualidade, todos são reformistas e tem espírito de liderança, mesmo não sendo, passam a ser assim, entram para o grupo do perfil de fachada e de plástico!

 

II Cimeira Europeia sobre a População Cigana - Beja referenciada!!!

Na II Cimeira Europeia sobre a População Cigana que decorreu em Córdova, Espanha (8 e 9 de Abril de 2010), não se esqueceram de dar o exemplo de Beja, como nos dá conta uma notícia no jornal El País:

       

"La segregación, sin embargo, persiste, especialmente en cuatro ámbitos: educación, sanidad, trabajo y vivienda, lo que exige políticas transversales que se discutirán estos dos días y para las que la Comisión quiere movilizar los fondos estructurales de la Unión. Los datos hablan por sí solos. Berényi recoge casos como el de República Checa, donde es habitual que los gitanos asistan a escuelaspara discapacitados, o los de los municipios de Beja (Portugal)o Brasov (Rumania), que han separado con un muro a payos y calés."

 

Ler o resto da notícia aqui

Ler mais sobre o assunto:

 

Segunda cimeira europeia dedicada aos ciganos

Integração europeia dos ciganos em debate em Córdova

A Europa deve acabar com a discriminação da etnia cigana

Povo cigano: quebrar o círculo vicioso

 

Deputada Cidinha Campos: grande performance!!!!

A deputada do Estado do Rio de Janeiro Cidinha Campos, no dia 24 de Março de 2010, fez furor (e certamente enfureceu) ao falar efusiva e frontalmente sobre o carácter corrupto dos deputados da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, incidindo no deputado José Nader que se candidatou ao Tribunal de Contas do Estado.

 

 
Excertos deste discurso, bastante inflamado e politicamente incorrecto e como reza o ditado popular a deputada Cidinha Campos fala "sem papas na língua":
 
"(...) eu gosto de falar de quem mama, não das crianças que tem direito, mas dos marmanjos, dos safados, sem vergonhas, cafajestes, que infestam a politica nacional, infestam esta casa."
 "(...) vejo aqui nesta casa, o cinismo dos ladrões (...)"
" (....) como é quê isso? um feudo tribunal de contas ou é um pasto?"
 "a corrupção nesse país tá no DNA, não tá mais aqui, na justiça, no ministério publico, está no DNA das pessoas, elas riem, elas brincam, eu vejo todo o mundo gargalhando, neste plenário. Quanto mais ladrão, mais querido, mais simpático."
"(...) isso aqui não é uma casa de santos, mas também não se pode transformar numa casa de canalhas consagrados (...)."
 
 

Insólito em Serpa: Padre injuriado na procissão solene das festas em Honra de N.Sª de Guadalupe (Com Adenda)

O Jornal Correio da Manhã  noticiou o insólito que ocorreu ontem (5 de Abril de 2010) na procissão solene das festas de Serpa:

Padre atacado na procissão

O padre de Serpa esteve ontem à beira de ser sovado por algumas das centenas de pessoas que participavam na procissão em honra de Nossa Senhora de Guadalupe. A revolta dos fiéis iniciou-se quando se aperceberam que faltava a imagem de Nossa Senhora da Conceição. A ira só não acabou em tragédia devido à intervenção da GNR. Mas ainda levou os populares a empurrar e a ameaçar o padre dentro da igreja, para poderem resgatar a santa.

"As pessoas ficaram revoltadas com a atitude do padre, quando fechou a santa na igreja para levar apenas a de Nossa Senhora da Guadalupe", disse um dos populares.

Apesar da resistência do padre, José Alberto Pereira, que está na paróquia de Serpa há um ano, o povo conseguiu levar Nossa Senhora da Conceição a percorrer as ruas da cidade alentejana, mas sem recurso ao andor.

"Foi levada em braços. Para nós não foi nenhum sacrifício, mas o cumprir da tradição", frisou uma crente, que confidenciou a existência de uma má relação entre os fiéis e o pároco. Do início ao fim do cortejo, foram muitas as injúrias e vaias dirigidas ao padre. Um clima de tensão que obrigou os militares da GNR a garantir a segurança durante a procissão e em redor da igreja. "Não foi apresentada nenhuma queixa", garantiu o major Candeias, da GNR de Beja.

O CM contactou o padre José Alberto, que, através de uma amiga, informou que não prestava declarações por estar a descansar.

Alexandre M. Silva

 

 

Fontes: notícia - correio da manhã

             Vídeo: autor - João Espinho (Blog Praça da República)  

Este ano nas Festas do Concelho de Serpa em Honra N. Sª de Guadalupe avolumou-se o atrito  entre o Padre José Alberto e a população.

É sempre de lamentar estes acontecimentos, melhorar a organização das celebrações religiosas, mas não alterar/suprir actos que estão enraizados pela tradição religiosa no Concelho de Serpa.

Quem vem de novo deve respeitar e adaptar-se às especificidades do local, porém quando os ânimos ficam exaltados, não se deve também injuriar de forma gratuita, sob pena de se vir a perder a razão.

 

Adenda

 

O Bispo de Beja, D. Vitalino Dantas prestou declarações ao Correio da Manhã sobre os incidentes ocorridos na procissão solene das festas de Serpa, referindo que: "os cristãos praticantes estavam bem esclarecidos e sabiam o que se passava [padre José Alberto Pereira queria levar à procissão a imagem do Sagrado Coração de Jesus em vez da Nossa Senhora da Conceição]. As pessoas que não são praticantes, que só vão à festa e estão à espera que se faça sempre igual, é que se portaram mal." E quando questionado sobre se teme problemas na relação futura entre o pároco e a população, D. Vitalino Dantas diz não esperar problemas e "quem mais protestou são pessoas que não praticam e que vão apenas à festa. Não são aquelas que fazem parte da comunidade normal, embora o padre tenha de trabalhar com todas."

Ler a notícia aqui

Festas da cidade de Serpa… “E salta Rocha e salta Rocha”, Olé! (com fotos)

Decorreram no passado fim-de-semana e creio que se estendem até terça-feira, as festas da antiga “vila branca” e agora “cidade” de Serpa…

Resolvi visitar as ditas festas no Domingo, já não cheguei a tempo do Cortejo Etnográfico, mas ainda pude assistir aos concertos… bem não tinha propriamente muito para escolher… apenas Toy actuava na Praça do Município.

 

Cruzei-me com vários jovens que comentavam irritados que aquele era a única estrela convidada e que até as aldeias circundantes tinham programas de festas mais diversificados e apelativos para os jovens.

{#emotions_dlg.secret}

 

Terminado o concerto dirigi-me para o recinto onde se poderia observar melhor o fogo-de-artifício e eis que me cruzo com um velhote, dos seus setenta anos, a falar entredentes, visivelmente cansado e cabisbaixo. Interpelei o velhote, Zé da Pipa, como era conhecido na terra, e este logo me contou que não ligava à “festarola”, vinha da farmácia de serviço pois os comprimidos para o coração tinham-se acabado e a farmácia estava fechada. Batera, tocara à campainha e nada…

{#emotions_dlg.mad}

 

Pobre velhote… contou-me que ainda não se tinha recuperado da conta da ambulância que lhe chegara a casa na outra semana… mais de trinta euros. Cortara-se e dirigira-se à urgência do hospital mas (vá-se lá saber porquê) de Serpa encaminharam-no para Beja. Chamaram uma ambulância…simpáticos… mas depois veio a continha e para a magra reforma… esta era enorme.

{#emotions_dlg.annoyed}

 

Lá lhe desejei melhoras e ainda não acreditando bem no que me tinha sido relatado… dirigi-me à farmácia de serviço… e não é que estava mesmo fechada!!! Tinha um número de telemóvel para ligar, mas só em caso de “urgente”(palavra esta bem sublinhada)… pobre ti Zé da Pipa, provavelmente nem tem telemóvel… provavelmente nem sabe ler.

     

 

Será esta a cidade que se pretende que seja um pólo atractivo para o turismo?

Acho que concordo com as “sábias” palavras de Toy, dirigidas ao presidente da Câmara João Rocha, no decorrer do concerto, “E salta Rocha, e salta Rocha”, Olé!!!